Imagem capa - Retratos profissionais nas redes sociais dão credibilidade ao trabalho por  Roberto Custódio

Retratos profissionais nas redes sociais dão credibilidade ao trabalho

Você pode chamar de fotografia empresarial, corporativa ou profissional. O nome é o que menos importa quando você tem um argumento principal: esse tipo de retrato faz toda a diferença na hora de se apresentar profissionalmente e até de fechar um negócio, uma venda de um produto ou serviço.

Ah, mas o Facebook ou Intagram, em muitos casos, são redes sociais pessoais. Assim como o WhatsApp. Negativo. Nosso perfil (profissional) está onde nós estivermos. Imagine que, para uma empresa contratar um funcionário, é comum pesquisar sobre essa pessoa nas redes sociais dela. O mesmo acontece quando um cliente ou consumidor vai procurar por um serviço.

Então, é preciso manter uma boa imagem, produzida e trabalhada profissionalmente. Isso significa desenvolver técnicas de iluminação, enquadramento, ter uma boa produção visual. Somente um fotógrafo profissional pode cuidar dos detalhes dessa produção. E o tipo de iluminação faz muita diferença no resultado, podendo tirar, inclusive, certos detalhes que a pessoa queira disfarçar.

Veja algumas das principais características de um retrato profissional:

-Dar um ar de credibilidade e profissionalização da pessoa/empresa/produto/serviço.

-Definir roupas que identifiquem a profissão ou o trabalho da pessoa, assim como o ambiente corporativo, sem que chamem mais a atenção do que o próprio fotografado.

-Valorizar a pessoa fotografada: seu sorriso, seu olhar, seus traços.

-A fotografia deve ser usada no perfil de reses sociais (Facebook, Instagram Linkedin e até WhatsApp), além de poder ser utilizada em sites da empresa ou até mesmo para divulgação na imprensa (jornais e revistas).